MENU FECHAR
[trx_title type=”2″ style=”underline” align=”center” top=”small”]A nova escrita. O Slow Journalism[/trx_title][trx_events cat=”0″ columns=”3″ count=”9″ readmore=”none”]
[trx_columns][trx_column_item][trx_highlight type=”0″]

A Lua Eléctrica é também uma plataforma de Slow Journalism para textos de diversos quadrantes culturais, artísticos e científicos. Queremos criar espaço para uma nova escrita, seja através dos livros que publicamos, ou de qualquer conteúdo escrito aqui disponibilizado.

A nova escrita é total. É a ponte que une o jornalismo, a literatura, a história, a sociologia e convoca todas as artes. Queremos celebrar todos os conteúdos escritos pela sua vertente literária, independentemente do tamanho, natureza e suporte. As ciências humanas ou naturais só se concretizam se forem lidas por todos os homens e mulheres.

Queremos aproximar a universidade e a investigação de todos os homens e mulheres. Aproximar o litoral do interior. Aproximar o passado e o futuro, tornando-os tão urgentes quanto o presente.
O passado fala-nos de possibilidades vivas. O futuro fala-nos de sonhos, ideias, projectos. As utopias são reais!
Vamos celebrar a união entre jornalismo e literatura. Tornar cada vez mais indistintas as suas fronteiras.

A literatura total, que une eras, toma como rédeas a poesia e faz os homens amarem o passado, o presente e o futuro.
O presente é feito de lutas urgentes. Que são para nomear, viver e combater. A nossa Lua não é asséptica. É deste mundo. Será uma voz para quem dela precisa. Queremos uma escrita viva, pessoal, humana, de afectos e paixões. Uma escrita para fruir, mas marcante. Uma nova escrita, que faça sonhar.

Uma nova escrita, para um mundo novo. Na verdade, só queremos mudar o mundo!

[/trx_highlight][/trx_column_item][trx_column_item][trx_highlight type=”0″]

Estatuto Editorial:

A Lua Eléctrica é simultaneamente uma Editora de Livros e uma publicação periódica on-line de difusão de conteúdos culturais. Neste contexto, assumimos o compromisso de assegurar o respeito pelos princípios deontológicos e pela ética profissional dos jornalistas, assim como pela boa fé dos leitores.

Adaptamos como estilo a prática de um jornalismo cultural, artístico e científico não imediato, inspirado pela tradição do chamado “slow Journalism”.
Somos totalmente independentes de qualquer interesse ou forma de pressão, em termos económicos, políticos e ideológicos.

Não visamos de forma premeditada o prejuízo de ninguém, mas sim o progresso, o sentido positivo e de evolução da humanidade.

Não nos interessa o carácter imediato de nenhum conteúdo, nem a vertente efémera e primária do quotidiano e do jornalismo daí produzido. Almejamos a criação de conteúdos duradouros e intemporais.

Abarcamos todas as áreas da ciência e todas as formas de arte.
Celebramos a literatura e o carácter literário do próprio jornalismo e da divulgação científica.
Prestamos homenagem à ciência, à arte e ao conhecimento como vertentes mais sublimes da humanidade.

Queremos celebrar permanentemente os princípios da igualdade, da razão, da liberdade e do progresso científico e filosófico.
Queremos constituir-nos como fonte de evolução, do direito à informação e ao conhecimento, como instrumentos para a felicidade individual e comum.

E garantimos uma total consagração da nossa parte aos princípios enunciados.

A Lua Eléctrica é uma plataforma online de conteúdos culturais, de acesso gratuito.

Director e Editor: César Adão

Sede de Redacção e Editor: Praça Dr. Agostinho Albano de Almeida,
13 R/C, 2490-500 Ourém

Proprietário: César Paisana Adão

Registo ERC: 127 213

Periodicidade: Semanal

[/trx_highlight][/trx_column_item][/trx_columns]

[trx_blogger style=”classic_3_addvanced” filters=”tags” columns=”3″ descr=”0″ cat=”1″ count=”3″ offset=”0″ bottom=”tiny”]